| Home | links do setor | associados | diretoria |

Embraer fecha contrato de US$ 2,7 bi para vender cem aviões à China

Da Redação
Em São Paulo

A Embraer anunciou nesta quarta-feira a venda de cem jatos para a quarta maior empresa aérea da China, o Grupo HNA, no valor de US$ 2,7 bilhões, segundo preço de tabela das aeronaves, mas pode haver desconto pela quantidade envolvida.

De acordo com comunicado da fabricante brasileira, a HNA comprou 50 jatos ERJ-145 e 50 aviões modelo 190. As entregas das aeronaves começam no segundo semestre do próximo ano.

Os aviões Embraer 190 têm 106 assentos e serão produzidos na sede da empresa no Brasil em São José dos Campos (SP). Trata-se das primeiras aeronaves desse modelo a serem vendidas a empresas da China territorial.

Os aviões ERJ 145, de 50 assentos, serão produzidos na China, na Harbin Embraer Aircraft Industry, uma joint-venture estabelecida em 2003 entre a Embraer e a chinesa China Aviation Industry Corporation 2. O contrato viabiliza a continuidade das operações da Embraer na China, que estavam abaixo do esperado.

Até 30 de junho, a Embraer havia entregue 163 E-Jets (família de jatos em que está classificado o Embraer 190) e 858 aviões comerciais ERJ 145 em todo o mundo. Os E-Jets e os ERJ 145 voam atualmente para mais de 70 empresas aéreas em 43 países.


Copyright © 2002 Sinacouro. Todos os direitos reservados